Youtube encerra conta de deputado estadual Albert Dickson do RN que defende “tratamento precoce”

O deputado estadual Albert Dickson (PROS) teve a conta na plataforma de vídeos Youtube suspensa por violação das políticas de desinformação médica sobre a Covid-19. Nos vídeos derrubados, o parlamentar recomenda remédios que não têm comprovação científica no combate da doença.

Albert Dickson, que também é médico oftalmologista, ganhou notoriedade por ser defensor do uso da ivermectina e da cloroquina no enfrentamento da infecção causada pelo novo coronavírus.

Nas últimas semanas, o político publicou vídeos alertando que as novas cepas do coronavírus podem causar hepatite. E, em seguida, o protocolo de “tratamento precoce” da covid-19, composto de remédios sem segurança e eficácia comprovada para combater a doença.

A informação, no entanto, não tem embasamento cientifíco. Ao jornal Estado de São Paulo, o médico infectologista e livre docente pela Universidade de São Paulo (USP) Roberto Focaccia, cientistas já observam que a covid-19 pode causar danos ao fígado desde o início da pandemia e isso independe das mutações. Um estudo com pacientes admitidos em hospitais em Nova York durante o mês de março de 2020 já indicava anormalidades nas enzimas hepáticas de pacientes hospitalizados com a doença.

Num dos últimos vídeos, o deputado passou a defender a droga flutamida como suposto novo tratamento da Covid-19. O fármaco é utilizado para o tratamento do câncer avançado de próstata. Em 2004, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu alerta sobre o uso do medicamento de forma inadequada com destinação ao público do sexo feminino, para uso contra alopecia, hirsutismo e acne, causando o óbito de pacientes.

Apesar de ter o canal do Youtube derrubado, o deputado segue com vídeos publicados no Facebook e no Instagram. Esta semana ele falou sobre o uso de outros fármacos para o combate do novo coronavírus.

Compartilhe isso:

Recommended For You

About the Author: Terra Potiguar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Roda pé
%d blogueiros gostam disto: