RN registra saldo positivo de 805 postos de trabalho em junho, aponta Caged

O Rio Grande do Norte teve um resultado positivo na geração de empregos formais no mês de junho passado. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado pelo Ministério do Trabalho, nesta sexta-feira (20), o estado fechou o mês passado com saldo positivo de 805 postos de trabalho criados. O número representa a diferença entre a quantidade de admissões e a de demissões no período. Em junho, foram registradas 11.750 novos empregos e 10.945 vagas desligadas.

O desempenho potiguar foi o melhor de junho desde 2013, quando o Rio Grande do Norte contabilizou saldo positivo de 1.112 empregos.

Desde então, o estado contou com saldos negativos nos meses de junho e, em junho passado, 453 postos de trabalho foram criados a mais do que demissões.

O setor da economia que alavancou o desempenho positivo potiguar em junho deste ano, segundo o Caged, foi a agropecuária, com aumento de 873 postos de trabalho. Em segundo lugar veio o setor de serviços, com crescimento de 185 vagas de emprego.

O pior resultado no período foi a construção civil, que fechou junho com saldo negativo de 157 empregos.

Semestre negativo

Apesar dos números positivos em junho, quando se considera o acumulado nos seis primeiros meses de 2018, o estado tem resultado negativo. No período foram criados 68.244 vagas de emprego, mas desligados 72.478, o que gera um saldo negativo de 4.234 postos de trabalho.

Quem motivou essa baixa foi exatamente o setor agropecuário. No primeiro semestre foram -3.397 vagas, resultado de 3.069 admissões e 6.466 demissões no período.

Levando em conta o primeiro semestre de 2018, o setor de serviços foi o que mais admitiu empregados: 29.969 pessoas. Mas também essa foi a área que mais demitiu: 28.019, o que gerou um saldo de 1.950 postos de trabalho.

Números no Brasil

O emprego formal se manteve estável em junho no Brasil. Foram registradas no mês pouco mais de 1.167.531 admissões e 1,168.192 desligamentos, que resultaram em um saldo de -661 vagas. No acumulado do ano, o saldo ficou positivo em 392.461 empregos, um crescimento de 1,04% em relação ao primeiro semestre de 2017.

Se considerados os saldos dos últimos 12 meses (julho de 2017 a junho de 2018), o resultado também é positivo. Foram criados +280.093 postos formais, 0,74% a mais do que no período anterior. Com isso, o estoque de empregos no país ficou em 38,21 milhões.

G1 RN

Por Felipe Galdino, Inter TV Cabugi

Compartilhe isso:

Recommended For You

About the Author: Terra Potiguar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Roda pé
%d blogueiros gostam disto: