RN registra 535 novos casos de Covid-19 em um dia; 1.344 pessoas já morreram

O Rio Grande do Norte chegou, nesta quinta-feira (9), a 37.046 infectados pelo novo coronavírus e 1.344 mortes confirmadas como decorrentes do vírus. Os dados são da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) e mostram 535 novos infectados e 18 novas mortes em comparação ao boletim anterior, sendo seis nas últimas 24 horas. Outras 51 mil pessoas são consideradas suspeitas de estarem com o vírus e 188 mortes permanecem em investigação.

O número de pessoas que realizaram o teste e tiveram o resultado descartado para Covid-19 alcançou 58,3 mil. Já as mortes descartadas, que ficaram como suspeitas e foram investigadas, chegam a 288.

A ocupação dos leitos em funcionamento chegou a 93,3% nesta quinta-feira. São 224 ocupados e 16 vagos. Outros 20 permanecem bloqueados porque não possuem profissionais de saúde, equipamentos ou estão em manutenção. As regiões com maiores taxas de ocupação seguem sendo a região metropolitana de Natal e o Oeste, que está com todos os hospitais, localizados em Mossoró, lotados.

Na região do Seridó, a ocupação cresceu nas últimas 24 horas e chamou a atenção da Sesap. O Hospital do Seridó, localizado em Caicó, passou de 21 leitos ocupados para 25, de 30 existentes. “Nos chama a atenção e precisamos ficar de olho para entender o que pode estar acontecendo na região”, declarou o secretário-adjunto de Saúde do Estado, Petrônio Spinelli.

Assim como o registrado desde o início desta semana, o número de pacientes na fila de espera por um leito de UTI ou semi-intensivo é menor que a quantidade de leitos vagos. Petrônio Spinelli ressaltou, no entanto, que a quantidade de pessoas internadas em estado grave ainda é muito alta e pediu cautela para os próximos dias. “Apesar de todos os nossos esforços, o que garante efetivamente a estabilização desse quadro, não piorar a disponibilidade dos leitos de UTI, são as medidas de prevenção com o distanciamento social”, disse.

Ele citou diretamente uma preocupação com Natal, que não seguiu as últimas recomendações do Estado em adiar por mais uma semana a nova fração da reabertura gradual da economia. “Do mesmo jeito que ficamos alegre, esperançoso, com os números atuais, nós ficamos preocupados ao saber, por exemplo, que o Alecrim está da mesma forma que a pré-pandemia [com aglomerações].”
Compartilhe isso:

Recommended For You

About the Author: Terra Potiguar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Roda pé
%d blogueiros gostam disto: