Prefeitura permite festa privadas de fim de ano em Pipa, mas exige exames de Covid-19 para participantes

A prefeitura de Tibau do Sul emitiu decreto em que exige teste de covid-19 aos participantes de festas e eventos de fim de ano na praia da Pipa e nas demais áreas do município do litoral Sul potiguar. Também foram cancelados eventos e queimas de fogos promovidos ou patrocinadas pelo município e proibidos shows e festas em locais fechados.

O decreto exige apresentação individual de exame para Covid-19 como “requisito indispensável” para participar do evento. Os documentos deverão estar à disposição da fiscalização municipal. De acordo com o município, serão aceitos:

  • RT-PCR “negativo” ou “não reagente”, com até 72h de antecedência da data de início do evento;
  • sorologia com resultado IgG positivo realizado pelos métodos de Quimioluminescência, Eletroquimioluminescência, Elisa Imunoensaio, com datas não superiores a 90 dias de antecedência

Segundo o município, o decreto “foi construído com base na análise técnica, científica e levando em consideração as recomendações do Governo do RN e órgãos fiscalizadores, bem como o debate com profissionais da saúde, controle epidemiológico, e diversos atores econômicos e sociais do município”.

“A redação também visa minimizar possíveis prejuízos de ordem financeira e de imagem do nosso destino turístico, preservando a economia local, a geração de renda e os empregos da população”, afirma a prefeitura.

O decreto diz que poderão ser autorizados pelo município a realização de eventos e festas em locais abertos, desde que haja requerimento prévio com apresentação de protocolo sanitário, a ser aprovado pela autoridade epidemiológica municipal.

Serão exigidas:

  • Lotação máxima de uma pessoa para cada 3 metros quadrados de área total,
  • Utilização de máscaras,
  • disponibilização de álcool 70% na entrada e no interior do evento;
  • Aferição de temperatura na entrada
  • Espaço adequado para evitar “aglomeração excessiva de pessoas”;
  • Equipe de saúde para encaminhamento de pessoas que apresentem alta de temperatura corporal ou qualquer outro sintoma da Covid-19;
  • Ambulância no local durante toda a realização do evento com equipe especializada;
  • Sinalização no mapa de evento sobre os pontos de disponibilização de álcool 70%;
  • distribuição de informações e inserções entre as atrações sobre as medidas de combate à Covid-19
  • Utilização de soluções digitais para a promoção e divulgação do evento, bem como para a venda de ingressos e ítens de consumação no local, a fim de evitar a manipulação de papéis;
  • Apresentação individual de exame para Covid-19, como requisito indispensável para participar do evento

 

O município também determinou instalação de barreira sanitária no acesso à cidade, para controle do acesso e aferição de temperatura, bem como para orientação educativa.

“O Gabinete de Crise fará avaliação periódica, no mínimo a cada semana, acerca da pandemia, para adoção de medidas preventivas”, afirma o decreto.

Pandemia

Em decreto publicado na quarta-feira (9), o governo do Rio Grande do Norte voltou a suspender shows e eventos de massa promovidos ou patrocinados pelo poder público estadual e recomendou que os municípios tomem medidas para suspensão de eventos públicos ou privados de massa. As medidas são reflexo do aumento de casos de covid-19 no estado. Nesta quinta-feira (10), o estado ultrapassou a barreira dos 100 mil casos confirmados da doença e vem registrando aumento de casos e internações.

Natal havia suspendido as festividades de ano na semana passada. A prefeitura suspendeu a programação presencial do Natal em Natal, o Carnaval 2021 e proibiu eventos com mais de 50 pessoas, em decreto publicado na sexta-feira passada, dia 4. Outros municípios como Areia Branca, Pureza e Maxaranguape, também seguiram as recomendações.

Compartilhe isso:

Recommended For You

About the Author: Terra Potiguar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Roda pé
%d blogueiros gostam disto: