Mulher é encontrada viva no Mar Mediterrâneo 48 horas depois de naufrágio

 Socorristas da ONG espanhola Proactiva Open Arms descobriram restos de um bote com um mulher viva agarrada aos corpos de outra mulher e uma criança de cinco anos no Mar Mediterrâneo. A organização espanhola estava patrulhando a costa da Líbia, de onde partem a maioria dos migrantes com destino à Europa, quando encontraram a vítima do náufrago.

A mulher conseguia flutuar agarrada ao bote, que já estava completamente sem ar, graças a algumas tábuas de madeira, que mantinham a embarcação improvisada na superfície. A descoberta foi feita a 148 quilômetros a noroeste de Trípoli. A sobrevivente, Josepha, é natural de Camarões, tem cerca de 40 anos e passou cerca de 48 horas flutuando ao lado das outras duas pessoas, que não resistiram.

Restos de embarcação em que mulher camaronesa foi encontrada – PAU BARRENA / AFP

“Ela necessita de atenção médica e psicológica o mais rápido possível”, advertiu a equipe médica a bordo da embarcação da Proactiva Open Arms.

Os dois cadáveres já se encontravam em processo de decomposição, especialmente o corpo da mulher adulta, que, ao que foi possível deduzir, morreu horas antes da criança.

Na última quinta-feira, a Guarda Costeira italiana apontou duas embarcações em perigo para a Proactiva Open Arms, que foi ao local e socorreu os imigrantes. Depois, Roma avisou à ONG que a Guarda Costeira líbia assumiria o comando das operações, e as forças de resgate do país enviaram um barco para a zona situada a 73 milhas do litoral líbio.

Dois barcos da ONG espanhola regressaram na terça-feira para a costa da Líbia, depois de várias semanas de ausência devido às dificuldades para desembarcar os migrantes, que haviam resgatado, na Itália e em Malta — ambos os países negam-se a recebê-los. O ministro do Interior italiano, Matteo Salvini, líder da Liga, advertiu em um tuíte que continuará com a mesma política linha dura.

“Dois barcos da ONG espanhola regressaram ao Mediterrâneo à espera de seu carregamento de seres humanos. Que eles economizem tempo e dinheiro, verão os portos italianos somente em cartões postais”, disse ele na mensagem.

Compartilhe isso:

Recommended For You

About the Author: Terra Potiguar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Roda pé
%d blogueiros gostam disto: