Motorista de aplicativo cria cápsula para se proteger da Covid em Natal

Não sou aposentado ainda e não posso parar”. Esse é o relato de Jefferson Ferreira, de 60 anos, que segue trabalhando como motorista de aplicativo em meio à pandemia da Covid-19, em Natal. Para tentar se proteger, ele adaptou o local de trabalho, o seu próprio carro, e criou uma espécie de cápsula de isolamento revestida por plástico.

Jefferson é hipertenso e, portanto, faz parte do grupo de risco da doença. “Como não posso parar, preciso do sustento de cada dia. Tive a ideia de criar essa proteção. Não só para mim, mas também para os meus passageiros”, contou. Por isso, além da cápsula, o motorista tem sempre um pote de álcool em gel no carro.

“Retirei o banco que fica ao meu lado. Então, aceito apenas três passageiros por corrida. Também só dirijo usando máscara e peço para que todos utilizem. A proteção é muito importante neste momento, não podemos arriscar”, explicou.

O natalense trabalhava como motorista e prestava serviços para uma empresa terceirizada. Após sair do emprego no ano passado, encontrou no transporte por aplicativo uma solução para conseguir renda. Divorciado, Jefferson tem duas filhas, de 33 e 11 anos. Também tem uma neta, de 5, e ajuda nas despesas.

“Minhas filhas ficam preocupadas comigo, por ser hipertenso e continuar dirigindo. Mas é necessário, mesmo durante a pandemia, já que não tenho de onde tirar dinheiro. Tive que me adaptar e pretendo continuar trabalhando. Vou seguir me protegendo”, afirmou.

Até esta quinta-feira (4), Natal tinha mais de 3,7 mil casos confirmados de Covid-19, com 131 óbitos.

Compartilhe isso:

Recommended For You

About the Author: Terra Potiguar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Roda pé
%d blogueiros gostam disto: