Indígena que foi com Bolsonaro à ONU causa polêmica com vídeo de ‘pepeka’

A índia Ysani Kalapalo, que acompanhou Jair Bolsonaro na ONU, diz que desenvolveu no YouTube a teoria da “pepeka fechada” das índias do Xingu como resposta à dúvida de um seguidor. “Há sete anos, faço perguntas e respostas com meu público”, afirma. “Pelo jeito, essa turminha a que você pertence, essa esquerdalha, está descobrindo o meu canal agora.” Assista ao vídeo abaixo:

TOP

A filmagem, com mais de 720 mil visualizações, voltou a ser distribuída em grupos de WhatsApp depois que Ysani foi à ONU com Bolsonaro.

ESTUDO

Nela, Ysani explica “por que a pepeka das índias do Xingu é fechada”. É porque elas “não usam calcinha”. Segundo a índia, os homens que visitam o Xingu “reparam muito para ver a comparação da pepeka das mulheres da cidade e das mulheres tribais”.

FOCO

O deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO), líder do governo que levou a índia à Câmara dos Deputados na quarta (25), diz que a fala não causa desconforto. “Me interessa o alinhamento dela com a direita. Não tenho expectativa sobre vídeos.” Detalhe: ele afirma desconhecer a teoria da “pepeka”. “Não vi o vídeo.”

Compartilhe isso:

Recommended For You

About the Author: Terra Potiguar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − nove =

%d blogueiros gostam disto: