Ginasta brasileira que defendeu seleção morre aos 17 anos

A Confederação Brasileira de Ginástica anunciou a morte da atleta Jackelyne da Silva, 17 anos, que defendia as cores do Esporte Clube Pinheiros. O motivo do falecimento ainda não foi informado, mas a ginasta estava internada. Jack, como era conhecida, morreu na tarde de quarta (16), em São Paulo.

“Recebemos com tristeza a notícia do falecimento da atleta de Ginástica Artística do clube do Pinheiros, Jackelyne da Silva. Nos solidarizamos com os familiares, amigos e técnicos. Ficam, agora, as boas recordações da ginasta fazendo o que mais amava”, escreveu a CBG em sua conta oficial no Instagram.

Jackelyne da Silva defendia as cores do Esporte Clube Pinheiros desde 2010 e era conhecida por sua alegria. Nesta quinta, o clube recebeu com surpresa a notícia da morte. A notícia do falecimento chegou pelo pai da atleta, que estava internada.

Segundo o técnico da ginasta, Danilo Bornea, Jackelyne teve convulsão e sofreu uma parada cardíaca na última quarta-feira. “A Jack teve algum problema parece que de convulsão acho que domingo, duas vezes. E ela foi para o hospital, medicada. Eu não sei bem direito. Ontem teve mais uma convulsão, teve uma parada cardíaca e veio falecer”, disse.

reprodução/Instagram
                                                          Imagem: reprodução/Instagram

A ginasta tem passagem pela seleção brasileira de base. Na seleção principal, Jackelyne passou por período de testes.

A ginasta Flávia Saraiva lamentou no Instagram e desejou que a jovem “descanse em paz”.

A Federação Paulista de Ginástica também lamentou o ocorrido com a jovem atleta por meio de uma nota nas redes sociais.

“A Federação Paulista de Ginástica quer expressar aos familiares e amigos e a toda comunidade da ginástica os seus sentimentos pela morte da ginasta Jackelyne da Silva, aos 17 anos. Ela era ginasta do Pinheiros e participava de competições da FPG. O céu ganhou uma estrela brilhante.”

O velório e o sepultamento da ginasta acontecerá nesta sexta (18), no Cemitério Vila Formosa, em São Paulo. Ainda não há horário confirmado. O clube Pinheiros irá custear e orientar em todos os trâmites.

O Esporte Clube divulgou uma nota lamentando a morte: 

Com imensa tristeza, o Esporte Clube Pinheiros recebeu a notícia do falecimento da ginasta Jackelyne Soares Gomes da Silva, ontem, 16 de janeiro. Jack, como era conhecida, fazia parte da equipe pinheirense desde 2010. Seu jeito brincalhão e sua alegria contagiavam todos que convivam com a atleta, dentro e fora dos treinamentos. Em quase 9 anos de convivência, ela fez parte de bons momentos da nossa equipe de Ginástica e o Clube acompanhou seu crescimento, como atleta e como pessoa. Solidário à dor de familiares e amigos, o Pinheiros está acompanhando e prestando todo o suporte possível nesse momento de despedida.

Homenagem do mundo da ginástica

Em seus perfis nas redes sociais, alguns atletas prestaram homenagens para a ex-companheira.

Reprodução/Instagram
Rebecca Mariah (à dir.), atleta do Pinheiros, utilizou seu Instagram para prestar homenagem à Jackelyne da Silva (à esq.)Imagem: Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram
Arthur Nory prestou homenagem para Jackelyne Imagem: Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram
Ângelo Assumpção, atleta da seleção de ginástica artística brasileira, decretou luto em seu Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram]

UOL

Compartilhe isso:

Recommended For You

About the Author: Editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × cinco =

%d blogueiros gostam disto: