Estudo confirma que 2ª dose da Pfizer é mais eficaz após 3 meses

Aumentar o intervalo entre as doses da vacina contra Covid-19 da Pfizer-BioNTech para três meses, em vez de 21 dias, aumenta a eficácia da vacina, de acordo com estudo feito no Reino Unido. Segundo informações publicadas nesta sexta-feira, 14, no site da revista Nature, a pesquisa mostrou que o nível de anticorpos gerados em idosos com mais de 80 anos quando a segunda injeção foi aplicada após três meses foi três vezes maior do que no intervalo de três semanas.

“Este estudo apoia que o atraso da segunda dose testado no Reino Unido realmente valeu a pena”, afirma Gayatri Amirthalingam, epidemiologista da Public Health England, em Londres, e coautora do estudo.

O intervalo é o mesmo recomendado pelo Ministério da Saúde no regime de aplicação da vacina no Brasil. Na justificativa, a pasta citou as orientações do Reino Unido.

Compartilhe isso:

Recommended For You

About the Author: Terra Potiguar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Roda pé
%d blogueiros gostam disto: