Cor da camisa vira desafio para até 9% dos torcedores no mundo: entenda como daltônicos assistem à Copa

A cores predominantes nos uniformes de equipes na Copa da Rússia podem ser um problema para até 9% da população mundial que sofre de daltonismo. Para reconhecer quem está com a posse da bola é preciso estratégias ou a ajuda de lentes ou óculos. Dos 32 uniformes principais dos países do Mundial, 13 camisas são vermelhas, cinco são azuis, duas são verdes, e quatro amarelas.

Nas três variantes do daltonismo, ele se apresenta como um distúrbio da visão que interfere na distinção de cores. Quem é daltônico tem dificuldades para diferenciar, por exemplo, o vermelho do verde ou o azul do amarelo. Todas essas cores são predominantes nos uniformes da Copa na Rússia. Cerca de 8% da população mundial masculina é daltônica. As mulheres representam cerca de 1% nesse grupo.

“Todos os daltônicos tem dificuldades na identificação das cores primárias, principalmente o vermelho e o verde, ao invés de enxergarem essas cores, eles veem marrom ou cinza”, conta o Dr. Rodrigo Pegado, oftamologista da Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO).

Existem três tipos: o protanopia, que altera a cor vermelha, e gera tons de bege, marrom, ou cinza; deuteranopia, onde a cor verde vira marrom; e o mais raro, o tritanopia, que altera os tons de azul e amarelo, para tons rosado. Veja nas fotos abaixo:

Na estreia da seleção brasileira na Copa, o fotógrafo Luiz Filho, que tem daltonismo tritanopia, teve dificuldades para identificar o time do Brasil e da Suíça.

“O que é verde, amarelo, e vermelho pra vocês, é tudo da mesma cor pra mim, tons de cinza. No jogo, a camisa do Brasil era cinza, mas mudava conforme a luz, e a grama era da cor da camisa da Suiça, cinza mais escuro. Pedi ajuda para uma amiga dizer qual lado o Brasil começava atacando, para não comemorar o gol errado! ” – Luiz Filho

O jogo de abertura do mundial, entre Rússia e Arábia Saudita, também foi difícil para os daltônicos identificarem as seleções, por que as camisas tinham como cor predominante o vermelho (Rússia) e o verde (Arábia Saudita).

“Tá facinho pra quem é daltonico assistir o jogo. Vermelho e verde dependendo da luz é a mesma coisa pra mim.”

Ribeiro Lucas @LukasrRibero (twitter)

“Na boa, esse jogo tá extremamente difícil de ser assistido pelo daltônico aqui”

Voa canarinho, voa@DanielCardooso (twitter)

Teste de cores

Para identificar o daltonismo, existe um teste chamado “Ishihara”. Esse exame consiste numa série de cartões coloridos, com um número que só será visível pelas pessoas com a visão normal. O número de acertos pode variar conforme o grau e o tipo de daltonismo.

Veja exemplos abaixo:

Pessoas com daltonismo não enxergam o número 42 acima.

Pessoas com daltonismo não enxergam o número 74 acima

Pessoas com daltonismo não enxergam o número 12 acima

Compartilhe isso:

Recommended For You

About the Author: Terra Potiguar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Roda pé
%d blogueiros gostam disto: